Uêba - Os Melhores Links

domingo, 18 de setembro de 2011

Protozoários parte 1

    O termo "Protozoário" é muito amplo, porque inclui vários organismos (mais de 80.000) de diferentes filos, mas que pertencem ao reino Protista sendo que a característica principal desse grupo é que todos eles são unicelulares, apesar de serem unicelulares possuem célula eucariótica, ou seja, organizada, dividida em organelas. A maioria dos Protozoários existem como indivíduo solitário, todavia alguns alcançaram um alto grau de interdependência celular, em outra palavras eles estão agrupados em colônias,  isso é visto em gêneros como Volvox e essa agrupação é tão forte que alguns cientista a chamam de estrutura tecidual multicelular. Esses seres vivos variam muito em relação a simetria e ao tamanho, enquanto Protozoários planctônicos medem míseros micrômetros, alguns dinoflagelados, amebas e ciliados, chegam até alguns milímetros. Eles podem ser de vida livre, parasitas, comensais, ou mutualistas (termos que já foram discutidos nesse blog) quando de vida livre estão nos mais diferentes habitat, marinhos, de água doce, ou até mesmo no solo. 

sábado, 8 de janeiro de 2011

VIDA PARASITÁRIA: NEMATELMINTOS

     Os nematelmintos são parasitas cilíndricos, aparelho digestivo completo, partindo de uma boca simples e terminando em um ânus na extremidade posterior. Possuem uma pseudocele que varia conforme a espécie, e ao contrário dos platelmintos (que geralmente são hermafroditas) os nematelmintos são dióicos, ou seja, existe macho e fêmea no grupo.  A sua locomoção ocorre por ondulações do corpo, natação e rastejamento, podem ser carnívoros de vida livre, fitófagos (alimentam-se de líquidos de plantas) e os parasitas que absorvem os nutrientes dos hospedeiros. Uma espécie bastante conhecida é a Ascaris lumbricoides, cujo hospedeiro é o ser humano. A contaminação acontece principalmente, pela ingestão de ovos presentes em  alimentos que serão ingeridos in natura, água ou terra contaminadas por fezes de algum portador da ascaridíase (ingestão acidental) ocorre devido a falta de higiene de algumas pessoas, pois sempre que manipular material que possa estar contaminado ou ir ao banheiro, entre outros momentos, deve-se lavar as mãos de maneira apropriada.  

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

VIDA PARASITÁRIA: PLATELMINTOS

       Os platelmintos são vermes de corpo achatado dorso-ventralmente, sistema digestivo incompleto, acelomados, são hermafroditas e locomovem de diversas formas (retorcimento, nado, deslizamento ciliar). A maioria desses animais são parasitas, exceto os platelmintos do grupo Turbellaria que são de vida livre.  Platelmintos que são parasitas desenvolveram estruturas que ajudam a fixar no predador, alguns exemplos dessas estruturas: ventosas ventral e oral, opistohaptor, entre outras). Na classe Trematoda existem alguns parasitas do homem bastante conhecido, caso da Fasciola hepatica e do Schistosoma. Na classe  Monogenea a maioria parasitam peixes. A classe Cestoidea é de grande importância para o homem, dessa classe pertence a Taenia, verme que atinge mais de dez metros de comprimento, e que pode inclusive causar a morte do hospedeiro. 


domingo, 26 de setembro de 2010

Vírus: de que são formados e como agem

Apomorfias,sinapormofias,plesiomorfias e simplesiomorfias

Apomorfias: características atuais que são derivadas de características primitivas de uma espécie ancestral. 

Sinapomorfias: o prefixo "sin" indica que uma determinada apomorfia é compartilhada por um determinado  grupo. Ex.: as mamas nos mamíferos. 

Plesiomorfias:  são características primitivas. Ex.: a ausência de coluna vertebral nos vertebrados é uma característica plesiomórfica, enquanto que a presença é uma característica apomórfica. 



Simplesiomorfias: São características plesiomorficas compartilhadas por dois ou mais grupos. Ex.: A presença de cinco dedos nos humanos e nos lagartos é uma característica simplesiomórfica, pois é compartilhada por ambos e por seus antepassados. 

Ah! outro termo recentemente usado é autapomorfias que nada mais é do que uma apomorfia, ou seja um caracter atual presente em apenas um táxon dentro de um grande agrupamento. Ex.: asas nos morcegos. A existência de asa é compartilhada entre os morcegos (autapomorfia) mas, não entre os morcegos e os mamíferos, apesar dele ser um mamífero. 

quarta-feira, 22 de setembro de 2010