Uêba - Os Melhores Links

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Darwinismo

     Essa teoria da evolução recebeu esse nome em homenagem a Charles Robert Darwin (1809-1882), esse pesquisador inglês viajou o mundo a bordo do navio H.M.S. Beagle, Darwin era responsável por observar e coletar espécimes de animais e plantas. O principal fundamento do darwinismo é a seleção natural, tema discutido em outra postagem desse blog, sem esquecer da influência das teorias de Malthus que alega uma diferença crucial entre o crescimento das populações e a produção de alimentos, ou seja, as populações crescem bem mais rápido do que  a produção de alimentos. 
    A seleção natural deve ser creditada a Darwin corroborado pelo pesquisador e amigo Alfred R. Wallace (1823-1913); de acordo com Darwin e Wallace as espécies evoluem ao longo do tempo, e a seleção natural é quem direciona as mudanças sofridas pelas espécies. As populações em condições ótimas crescem de forma exponencial, mas quando há limitação de recursos como abrigo, água, alimentos, entre outras, essas populações passam competir pelos recursos; os indivíduos mais adaptados as condições impostas pelo ambiente terão mais chances de sobreviver e de gerar descendentes (definição de seleção natural).  O acúmulo sucessivo de determinadas características levariam a origem de novas espécies.

    E assim Darwin publica sua mais polêmica e impactante obra: A origem das espécies.

Explicações e implicações: Darwin percebeu que dentro de uma população existem variações nas características e que algumas dessas são herdadas pelos descendentes, no entanto ele não conseguiu explicar o que causava essas variações. Hoje sabemos que as variações nas características são causadas pela recombinação gênica e pelas mutações, tema também discutido em outra postagem, assim o Darwinismo se tornou incapaz de explicar a evolução.





Mutações, seleção natural e evolução





PlanetaBrasileiro